domingo, agosto 08, 2010

Mariposa - Prince Cristal

Uma luz na escuridão
mariposa em turbilhão.

Voou pra luz ... 
e girou na ilusão. 

Coitada da mariposa 
agora triste e acinzentada. 

Voou pra luz ... 

e morreu queimada.



Não vamos viver atrás de ilusões

3 comentários:

Juℓi Ribeiro disse...

Manoel:
Adoro quando você escreve!
Você tem razão, devemos ser luz.

"As linhas que o poeta escreve,
se transformam na luz das estrelas
e dos faróis dos portos.
Nos guiando ao encontro dos sentimentos"
(Juli Ribeiro)

Um abraço carinhoso.*Juli*

Abiodun Akinwole disse...

Mais ou menos como Ícaro ao ir de encontro ao sol, que viu suas asas de cera se desintegrarem.

abraço.

Daniela disse...

As ilusões encantam no começo, depois só trevas! Suas palavras são belas e mágicas, Prince! Beijos.