terça-feira, junho 14, 2011

Deixar Ir - Prince Cristal

Deixar ir nos remete ao desapego ou a não se fixar ao que já não flui. 

Nada é constante, tudo esta em eterna mutação.

Não podemos travar a correnteza da vida, desperdiçar energia ou controlar o fluxo dos acontecimentos.

Desapegar é desprender-se de coisas ou situações, é se libertar das defesas que transformam o contato com os outros, muitas vezes, em algo arriscado.

E tudo isso resulta em doar-se sem temores, com disposição de viver a vida como ela é.

A vida passa...


2 comentários:

Anônimo disse...

Um belissimo texto no qual me identifiquei muito, pela intensidade na força das palavras sobre o desapego, muito forte, embora com uma línguagem simples e de fácil compreensão, não deixa de ser um trabalho árduo, mas com a certeza de que ..." tudo vale a pena quando a alma não é pequena..." , me senti dentro dela vivendo uma história com você.
Saudades!!!

Daniela disse...

Aí está o segredo: Deixar partir!!!! Beijos
Amo seus poemas!!