quarta-feira, agosto 17, 2011

Vale a pena sentir - Fernando Pessoa

Vim aqui para não esperar ninguém,
Para ver os outros esperar,
Para ser os outros todos a esperar,
Para ser a esperança de todos os outros.
Trago um grande cansaço de ser tanta coisa.
E de repente impaciento-me de esperar, de existir, de ser,
Vou-me embora brusco…
Regresso à cidade como à liberdade.

Vale a pena sentir para ao menos deixar de sentir.


Fernando Pessoa 
como Álvaro de Campos

Nenhum comentário: