segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Sim - Fernando Pessoa

Sim, sei bem
Que nunca serei alguém.

Sei de sobra
Que nunca terei uma obra.

Sei, enfim,
Que nunca saberei de mim.

Sim, mas agora,
Enquanto dura esta hora,
Este luar, estes ramos,
Esta paz em que estamos,
Deixem-me crer
O que nunca poderei ser.

2 comentários:

Francy´s disse...

É também sei...
Bela escolha, tenhas uma ótima semana.
bjs

Daniela disse...

É o não "saber" o que acontecerá daqui um segundo, que nos impulsiona a viver. A magia da vida, os sonhos, encontros e desencontros. Assim, como a alma dos poetas!! Beijos!