terça-feira, setembro 22, 2009

E fácil trocar as palavras, Difícil e interpretar os silêncios!


É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!

É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,

Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!
Como é por dentro outra pessoa?

Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo.



Desconheço o autor, mas em diversos lugares é erradamente atribuído a Fernando Pessoa.

Um comentário:

Paula NoGuerra disse...

Fiquei apaixonada por estas palavras!