sexta-feira, janeiro 23, 2009

O Nosso Mundo - Florbela Espanca

Eu bebo a Vida, a Vida, a longos tragos
Como um divino vinho de Falerno!
Pousando em ti o meu amor eterno
Como pousam as folhas sobre os lagos…

Os meus sonhos agora são mais vagos…
O teu olhar em mim, hoje, é mais terno…
E a Vida já não é o rubro inferno
Todo fantasmas tristes e pressagos!

A vida, meu Amor, quer vivê-la!
Na mesma taça erguida em tuas mãos,
Bocas unidas hemos de bebê-la!

Que importa o mundo e as ilusões defuntas?…
Que importa o mundo e seus orgulhos vãos?…
O mundo, Amor?… 
As nossas bocas juntas!…


Florbela Espanca

3 comentários:

°° Desequilibrada °° disse...

Ow, deu ate vontade de chorar...
Muito lindo!! E esse eu entendi!!
=D
(Num ri de mim não tá?)
Acho que estou meio sensivel porque estou atravessando um momento delicado no meu namoro...

Amei demais esse poema!
Perfeito!

Escrevendo na Pele disse...

Adoro Florbela com a sua trsteza e os seus amores. Outra delícia que adoro!!

Vera disse...

Perfeito! Florbela Espanca, atualissima, sempre expressa meus sentimentos, em qualquer epoca ou situação que estiver vivendo. É como se fosse eu mesma, falando dos meus sentimentos! Simplesmente divino!
Beijosssss