domingo, outubro 30, 2016

Qual é a razão? - Prince Cristal

Vez ou outra essa pergunta é feita :
 Qual é a razão do Prince Cristal?

Segundo o Iluminismo a razão não é um conteúdo fixo, mas muito mais uma faculdade que só se pode compreender plenamente em seu exercício e explicação. Dito isto esclareço que não ter uma razão é o principio da minha ação por aqui, mas existe um sentido por trás desse nome. 

Prince Cristal traz a mesma dualidade do Yin Yang, o símbolo do blog.

O símbolo que representa a integração Yin Yang é denominado o diagrama do Tai Chi.

Prince é a reflexão do lado Yang
Cristal é o sentido do lado Yin.


Segundo esta filosofia, duas forças complementares compõem tudo que existe, e do equilíbrio dinâmico entre elas surge todo movimento e mutação e essa mesma dualidade que trago na alma.O fogo que transforma a água e a água que extingue o fogo. Toda esta realidade dualista nos remete a Deus, ao Uno.

O Prince se constrói sobre o fogo das paixões e impetuosidade. No calor da decisão e da atitude, na sensualidade, no máximo prazer, na espada do guerreiro e na coragem do cavaleiro.

O Cristal se esconde no fundo escuro das águas azuis e cristalinas do amor e romance. Na pureza da poesia e nas sem razões de todas as sentimentalidades.

É um personagem construido no conflito de Egos e na completa neutralização deles não havendo qualquer hierarquia entre os dois.


Sou o contraste entre
o material e o o espiritual,
o sensível e o rude,
o sonhador e o prático,
o erótico e o o sensual,
a poesia e a realidade, 
o cafajeste e o romântico...

Controlo meus desejos,
Sucumbo as minhas paixões,
Penso rápido,
Ajo com sutileza.

Me procuro e não acho,
pois ando nos dois mundos.
Estou no seu espelho 
e você está no meu.

Vivo em tempos diferentes
da minha existência.
Aprecio o que foi, 
o que é e o que virá.
Minha perspectiva é o agora.


Passada a dualidade, surge a perspectiva. A perspectiva é encontrada pela atividade mental, até chegar a uma fonte mais profunda que guia minha interação pessoal com o universo . 

Ao perceber que todas as coisas (inclusive nós mesmos) são interdependentes e constantemente redefinidas pela mudança das circunstâncias, passo a ver todas as coisas como elas são, e a nós mesmos como apenas uma parte do momento presente. 

Esta compreensão da unidade me leva a uma apreciação dos fatos da vida e do nosso lugar neles como simples momentos miraculosos que "apenas são", por isso procuro agir de acordo com a natureza, e com sutileza, controlando meus desejos e não fugindo de minhas verdades...



As coisas escritas acima não incluem qualquer juízo de valor 
e não é meu relato de vida pessoal.


Algumas pessoas olham o mundo e perguntam:
Porque?
"Eu penso em coisas que nunca existiram e pergunto:
 Porque não?"

George Bernard Shaw

6 comentários:

Anônimo disse...

Puramente belo.

Karlinha disse...

Lindo! Não conhecia esse lado. Beijo meu anjinho.

Debora disse...

Entrei aqui por acaso, adorei o que li e achei voce um homem bonito e sedutor... Debora. debi_cris@gmail.com

Anônimo disse...

Voce eh um homem unico...
To sempre por aqui.
Voce traz no acaso das poesias um conforto no meu coracao. obrigado.

Karine disse...

Obrigado por investir seu tempo e escolher coisas que só encontraríamos perdendo muito tempo na internet.
BEIJOOOO.

Safira disse...

Como faço para conhecer você Prince Cristal?
Entrei aqui por acaso e fiquei apaixonada...