sexta-feira, setembro 29, 2006

Poema Transitório - Mario Quintana

(...) é preciso partir 
é preciso chegar
é preciso partir
é preciso chegar (...) 
Ah, como esta vida é urgente! 
... no entanto
eu gostava mesmo era de partir...
e - até hoje - quando acaso embarco 
para alguma parte 
acomodo-me no meu lugar 
fecho os olhos e sonho: 
viajar, viajar
mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente...
como uma nave espacial perdida entre as estrelas.


Viajar carrega consigo um sonho! 
sonhem e viajem...

2 comentários:

Ju disse...

Não existem segredos que anjos não conheçam...Rs
Oh! Angel,com certeza daqui a pouco este teu espaço estará brilhando de prêmios, as palavras que colocas por aqui são sempre perfeitas!!! =]

Franco disse...

Good work, very nice blog. Seems you enjoy working with/ on the internet. And
if something like that even pays off well, it would be even better, woulnd't it?

I chose you because you convinced meby all the effort you put into it. That
really convinced me.
For further information please look up my site www-franco.blogspot.com Please get more information
on....see the video!